Mapeando o melhor caminho

É altamente provável que a maior dificuldade de operar um sistema de gestão da qualidade não seja, como muitos pensam, o pouco envolvimento da alta direção. Embora esse seja um fator relevante, observamos facilmente o impacto que o entendimento inadequado do conceito de processo traz para as organizações.

A norma ISO 9001:2015 estabelece no requisito 4.4.1 uma série de demandas relacionadas ao(s) processo(s) que compõe(m) o sistema de gestão da qualidade de uma organização. Imagine, por exemplo, que por erro no entendimento do conceito de processo e consequente aplicação, uma organização defina que seu sistema de gestão da qualidade está estruturado através de 8 processos. Nesse caso, imediatamente é possível se perceber que para cada um dos processos será necessária a aplicação do que define o requisito 4.4.1, trazendo complexidade à operação.

É possível construir um sistema de gestão da qualidade simples e prático? É possível um sistema de gestão da qualidade trabalhar de maneira eficiente com menos de 5 processos em sua estrutura? Como implementar um sistema de gestão da qualidade que seja ao mesmo tempo simples, prático e envolvente? Essas e outras perguntas são discutidas na teoria e na prática durante o primeiro módulo do Programa Qualidade & Gestão, organizado pela Qualyteam e ministrado pelo consultor e especialista Ivan Gonçalves.

Confira o vídeo de apresentação do Módulo 1 – Mapeamento de Processos:

Interessado em saber como o mapeamento de processos ajuda você a implementar o sistema de gestão da qualidade de maneira mais prática e simples? Acesse conteudo.qualyteam.com.br/qualidadeegestao e participe!!!

 

 

Teste grátis a ferramenta para gestão da qualidade Qualyteam

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *