Entenda como fazer a gestão de riscos de maneira efetiva

Qualquer projeto ou atividade que vamos iniciar possui um nível de risco inerente. Até mesmo as decisões que tomamos no nosso dia a dia apresentam uma série de riscos embutidos. Com essa linha de raciocínio, podemos afirmar que existe a chance de uma ameaça se concretizar ou uma oportunidade melhorar todo o cenário.

O gerenciamento de riscos é uma etapa fundamental para os projetos e para as empresas. É imprescindível que se consiga identificá-los previamente, dando a possibilidade de aproveitar as oportunidades e mitigar as ameaças — afinal, elas podem causar sérios danos à organização.

Os riscos podem ser originários de erros dos profissionais, de situações mercadológicas, de imprevistos, de ações da natureza e de outros fatores. Deseja saber mais sobre o gerenciamento de riscos? Continue a leitura deste artigo e entenda como fazer a gestão de riscos de maneira efetiva.

Identificação dos riscos

O primeiro passo para se ter uma gestão de riscos efetiva é conseguir identificá-los. Por meio de um bom planejamento de projetos é possível identificar as oportunidades e ameaças dentro de um empreendimento ou de uma etapa do projeto.

É interessante lembrar que os riscos não são sinônimos de problemas. Um risco pode ser positivo ou negativo para uma instituição ou um projeto. Os riscos que envolvem ganhos são considerados oportunidades e aqueles que envolvem prejuízos e possíveis problemas são chamados de ameaças.

Além disso, é válido ressaltar que os setores da sua empresa já devem possuir os modelos de riscos predefinidos para cada tipo de situação, tornando mais fácil a sua identificação. Porém, é fundamental se atentar para o contexto do momento e suas respectivas características, que podem interferir no gerenciamento dos riscos.

Análise quantitativa e qualitativa

Após a identificação dos riscos, é necessário qualificá-los quantitativamente e qualitativamente. Em outras palavras, definir quais riscos devem ser priorizados naquele momento.

Analisar quantitativamente e qualitativamente um risco nada mais é do que avaliar o impacto que esses riscos terão no andamento dos projetos e a probabilidade de ocorrência deles. A partir de então, deve-se definir quais são as prioridades e que ações devem ser realizadas para a solução dessas questões.

É necessário realizar verificações periódicas sobre a priorização dos riscos, uma vez que existem inúmeros fatores que podem alterá-los. Situações mercadológicas, alterações nas taxas de câmbio, variações na inflação e até decisões do Governo Federal podem alterar a ordem de prioridade nos seus projetos.

Planejamento de respostas

Identificando os riscos e definindo a sua ordem de prioridade, o próximo passo é conseguir dar uma resposta a eles. Se uma ameaça for detectada, deve-se erradicá-la, mas se uma oportunidade for encontrada, deve-se potencializá-la.

Dessa maneira, é fundamental que você trabalhe com um planejamento de ações, visando a melhor solução possível para os riscos previstos. Assim, sua empresa e seus projetos não serão pegos de surpresa, o que pode ocasionar diversos benefícios, tendo como exemplo uma maior facilidade na implantação e operação do sistema de gestão da qualidade.

Uso da tecnologia

A tecnologia pode ser um grande aliado no processo de gerenciamento de riscos da sua organização. Existem softwares no mercado capazes de otimizar todos os passos de uma gestão de risco eficaz.

Além disso, esse software é baseado nas certificações da família ISO 9000, possuindo uma série de funcionalidades como gestão de documentos, fornecedores, indicadores, não conformidades, auditorias, pessoas, além de já estar adequado à nova Norma ISO 9001:2015.

Investir em tecnologia é essencial para o gerenciamento de qualquer empreendimento. Em termos de gestão de riscos, é possível otimizar os processos e ter um controle maior dentro dos seus projetos. Não perca tempo e aplique os conhecimentos deste artigo nos seus projetos!

Gostou das nossas dicas? Então curta nossa página no Facebook e fique por dentro de outros conteúdos como este!

Teste grátis a ferramenta para gestão da qualidade Qualyteam

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *