Eficiência operacional: 5 passos para evitar perdas

Muitas empresas ainda sofrem para manter a eficiência operacional devido à falta de informações técnicas e de ferramentas de gestão que poderiam auxiliar na otimização dos processos. Com isso, recursos importantes como tempo, matéria prima, mão de obra qualificada e equipamentos vão acumulando perdas referentes ao uso de maneira inadequada.

Para resolver esse problema, listamos abaixo algumas das principais medidas que podem ser adotadas a fim de melhorar a qualidade dos processos e aumentar a rentabilidade do negócio. Confira!

1. Analise o desempenho dos processos

Dedique um tempo para entender cada etapa dos processos executados, tanto na parte operacional, quanto na parte estratégica do negócio. A intenção é descobrir pontos falhos que estão provocando a perda de recursos.

Operações realizadas de forma manual, por exemplo, são passíveis de retrabalhos devido às falhas humanas, que ocasionam perda de tempo e de insumos. Para melhorar a eficiência operacional, nesse caso, a melhor solução pode ser a automação.

2. Busque por novas metodologias

Muitos gestores utilizam metodologias de produção que foram criadas há muito tempo e, talvez, hoje não sejam mais tão eficientes para acompanhar a evolução do mercado e manter a vantagem competitiva do negócio. Por isso, fique atento às novas oportunidades.

Descubra quais são as melhores práticas utilizadas no segmento de atuação, bem como as ferramentas de automação de tarefas disponíveis no mercado. Avalie o impacto que essas metodologias podem gerar nos resultados e como elas aumentarão a eficiência operacional da empresa.

3. Monte um plano de melhorias

Após descobrir os pontos falhos que reduzem a eficiência operacional da empresa e encontrar as soluções metodológicas para elas, é hora de planejar uma estratégia de melhorias. Uma dica importante é utilizar a tecnologia como aliada a esse processo.

Muitas ferramentas de automação (softwares específicos) podem auxiliar os gestores a desenvolverem um planejamento rico em detalhes, estratégias mais bem executadas, além do monitoramento em tempo real dos novos resultados. Todas essas informações ficam mais centralizadas, melhorando a visão e o controle dos processos.

4. Monitore os resultados

Acompanhar os resultados em tempo real é uma prática fundamental que os gestores da empresa precisam executar para melhorar a eficiência operacional — principalmente após a execução de novas estratégias.

Toda vez que uma mudança é feita nos processos de produção, é comum que pequenos desvios ocorram. No entanto, não há o que temer. São questões de ajuste e pequenas correções de falhas imprevistas no planejamento. Mesmo que os resultados não saiam como esperado, é possível rever o planejamento e reiniciar todo o ciclo sem grandes esforços e perdas.

5. Automatize as operações

A automatização de tarefas é uma realidade possível graças aos avanços das tecnologias de internet. É considerada uma estratégia que não deve ser ignorada devido ao forte impacto que ela é capaz de gerar nos resultados da empresa — sem contar a força competitiva que pode proporcionar ao negócio.

Algumas empresas oferecem soluções que vão além. Não só a automatização de tarefas manuais é aplicada como também a possibilidade de estabelecer um controle da qualidade dos processos produtivos.

Evitar perdas e melhorar a eficiência operacional do negócio depende inteiramente de medir o desempenho dos processos, encontrar soluções de melhorias e aplicá-las de forma adequada e planejada. Aproveite as dicas e comece hoje mesmo o plano de otimização da sua empresa!

E aí, gostou das dicas? Deixe o seu comentário!

Teste grátis a ferramenta para gestão da qualidade Qualyteam

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *