Os 4 principais erros da gestão de recursos humanos

A tarefa básica e o maior desafio da gestão de recursos humanos é cuidar do maior ativo das empresas: as pessoas. São as pessoas que, por meio da entrega dos seus resultados, permitem à organização alcançar os objetivos e as metas estabelecidos no seu planejamento estratégico e, por consequência, continuar crescendo.

Não basta apenas ter uma área de gestão de recursos humanos, é preciso dar ao assunto a importância que ele demanda. Para te ajudar a compreender melhor a relevância do tema, separamos os 4 principais erros da gestão de recursos humanos e o que se deve fazer para evitá-los. Confira!

Não definir processos

Assim como todas as outras áreas necessárias ao bom funcionamento de uma empresa, a gestão de recursos humanos possui seus próprios processos. Recrutamento, seleção, treinamento, avaliação de desempenho, planejamento de sucessão e análise de clima e ambiente organizacional são apenas alguns deles.

A área de produção de uma indústria química não fabrica seus produtos com base em inferências subjetivas. Existem especificações predefinidas para a qualidade e a composição do produto.

A gestão de recursos humanos, da mesma forma, também precisa documentar seus procedimentos. Seus produtos são os processos. Eles precisam seguir um padrão estabelecido para manter o patamar de qualidade na sua empresa.

Portanto, crie registros dos seus processos. Documente suas práticas, transformando-as em procedimentos. Construa manuais, formulários, planilhas, fluxogramas. Use a criatividade e formate seu material de apoio, que poderá servir de guia não apenas para você, mas também para outras pessoas da sua área.

Não dar a devida importância aos processos seletivos

As pessoas são o verdadeiro tesouro da sua empresa, certo? São elas que podem fazer a diferença na busca pelo alcance das metas, ou serem as responsáveis por colocar tudo a perder, não é mesmo? E quem é a área responsável por escalar o time? O RH.

Muitas empresas ainda tratam o recrutamento e a seleção de pessoas como processos repetitivos e enfadonhos, esquecendo que, na verdade, são processos altamente dinâmicos.

Lembre-se que um bom processo seletivo tem como resultado um casamento feliz entre candidato e vaga. Não avalie o candidato simplesmente pelo currículo.

Analise as competências técnicas, mas também fique de olho nos traços comportamentais e na personalidade. Afinal, você não vai querer alguém que tenha valores que vão de encontro aos pilares que norteiam a conduta dos profissionais da sua empresa e esteja desalinhado com a sua cultura organizacional.

Não reter os profissionais talentosos

Não adianta buscar o melhor profissional disponível no mercado de trabalho se sua empresa não está disposta a oferecer oportunidades de desenvolvimento a ele.

Bons profissionais estão sempre em busca de aprimorar sua formação, agregar novos conhecimentos e desenvolver novas competências. Quando não encontram espaço para isso, tendem a buscar oportunidades em outras empresas.

Certifique-se de que sua empresa faz o possível para reter os profissionais talentosos, oferecendo uma remuneração compatível com o mercado e com o escopo das atividades do profissional, e mantendo um ambiente de trabalho favorável ao desenvolvimento.

Não conversar com as pessoas

Uma das vertentes da gestão de recursos humanos é a comunicação. Os colaboradores têm sugestões, dúvidas e necessidades que a empresa precisa conhecer. A empresa, por sua vez, possui informações estratégicas que precisam ser compartilhadas com os colaboradores.

Nesse diálogo de mão dupla entre empresa e colaboradores, o RH assume um papel de moderador. Ele é o canal principal de comunicação entre as duas partes.

Portanto, escute seus colaboradores e incentive os líderes da sua empresa a adotar essa prática com suas equipes. Em contrapartida, compartilhe também com eles as informações acerca do panorama atual da empresa.

Garanta que eles estejam cientes das estratégias da sua empresa e do papel que eles exercem na construção dos resultados!

Agora que você já sabe da importância da gestão de recursos humanos e conhece os principais erros cometidos na área, que tal deixar um comentário com a sua experiência no assunto?

Teste grátis a ferramenta para gestão da qualidade Qualyteam

Um comentário sobre “Os 4 principais erros da gestão de recursos humanos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *