Sistema de Gestão da Qualidade: pequenas empresas também devem ter?

Em tempos de crise, todas as empresas buscam manter-se competitivas frente aos seus concorrentes. Para que isso ocorra com mais facilidade, uma das principais medidas que normalmente é adotada é a melhoria dos processos internos. Esse é um trabalho que envolve a criação de rotinas, protocolos e processos que melhoram as operações internas e os indicadores da companhia.

Além disso, o gestor da corporação poderá utilizar um Sistema de Gestão de Qualidade, que auxilia na execução de tais processos e permite novas abordagens operacionais. Ele irá incorporar medidas e orientações da norma NBR ISO 9001 e, a partir de profundas mudanças, tornar a empresa mais eficaz.

Instalar um Sistema de Gestão de Qualidade é uma decisão estratégica que deve ser considerada por qualquer administrador. Ele tornará a empresa mais dinâmica, moderna e prática. Os setores terão uma integração maior, facilitando processos internos e estratégias de mercado.

No longo prazo, a empresa pode beneficiar-se de métodos de gestão mais eficientes e da tecnologia como catalisadora de processos mais eficientes. Quer saber mais sobre o assunto? Então, leia o nosso post de hoje!

O que é o Sistema de Gestão de Qualidade (SGQ)

Um Sistema de Gestão de Qualidade (ou apenas SGQ) é um conjunto de normas, ferramentas e métricas utilizadas para facilitar a adoção da norma NBR ISO 9001 dentro de uma empresa. O seu principal objetivo é trabalhar para a satisfação dos clientes e parceiros comerciais, gerenciamento e aprimorando processos. Isso pode ocorrer por meio do monitoramento de indicadores ou adotando medidas que dão subsídio a melhores rotinas de tomadas de decisões.

No longo prazo, um Sistema de Gestão de Qualidade irá agregar valor ao negócio, permitindo novas formas de atendimento e o alinhamento da empresa a normas e requisitos de qualidade amplamente aceitos pelo mercado. Como consequência, o desempenho de todos os colaboradores será melhorado, permitindo que a organização alcance objetivos mais ousados.

Vantagens do Sistema de Gestão de Qualidade

Um SGQ pode otimizar várias áreas de uma empresa. Ele permitirá a melhor utilização de recursos (como materiais, equipamentos e mesmo a mão-de-obra), tornará a contratação de novas pessoas e ativos mais eficaz, além de catalisar o alinhamento operacional da empresa com normas internacionais.

Será possível, por exemplo, melhorar os programas internos de qualidade, controle de produtos e processos. A padronização de meios de controle, além da segurança e a racionalização de rotinas que também é otimizada.

O desperdício de materiais será reduzido e a gestão interna também será melhorada. Esse processo causará um grande impacto nos custos internos, com redução dos gastos orçamentários e aumento da capacidade da empresa. Os serviços poderão ser padronizados por meio de processos e projetos com melhores indicadores.

Entre outras vantagens de um sistema de gestão de qualidade, podemos destacar:

  • Melhora no compartilhamento de informações;
  • Ganho de agilidade na divulgação de conhecimentos e no desenvolvimento de competências;
  • Aumento da competitividade;
  • Melhoria na rentabilidade do negócio;
  • Aumento da satisfação de clientes e parceiros comerciais.

Como aplicar um Sistema de Gestão de Qualidade na sua empresa

A implementação do SGQ pode ser feita sempre que houver demanda do mercado ou for identificada a necessidade de melhoria nos processos internos da empresa. Ela exigirá a mudança de comportamento de quase toda a companhia, assim como o apoio e o comprometimento dos líderes e gestores durante a realização de mudanças e adoção de novas rotinas. Assim, será possível criar um conjunto de sistemas e rotinas que agregam valor ao negócio e integram setores mais facilmente.

Deve-se identificar quais são as principais atividades relacionadas ao core business do negócio e como elas podem ser otimizadas. Isso pode ser feito rastreando as rotinas de todos os funcionários e verificando se elas estão de acordo com os padrões do mercado, legislativos e os internos.

Todas as atividades precisam ser documentadas. Os registros permitem que líderes avaliem a eficiência de cada processo, identifiquem vulnerabilidades e propaguem boas rotinas. Bem implementada, a norma auxiliará na redução de custos e de erros. O crescimento e o aumento da escala da produção será mais fácil, o que pode auxiliar na queda dos preços aos consumidores e aos parceiros comerciais. Esse ciclo de melhoria contínua permite que a empresa ganhe um destaque maior frente à sua concorrência e atinja novos mercados.

Uma vez que o Sistema de Gestão de Qualidade esteja integrado a toda a empresa, ela poderá buscar uma certificação de qualidade. Esse documento, emitido por organizações próprias, garante que a companhia cumpre elevados padrões de eficácia.

Os custos variam de acordo com a entidade emissora e o trabalho da empresa. Durante o processo de implementação do certificado, mudanças poderão ser realizadas, o que pode elevar o tempo de certificação para até um ano. Portanto, é importante que a empresa escolha uma organização reconhecida pelo mercado para obter a sua certificação.

Principais dificuldades ao adotar um Sistema de Gestão de Qualidade

Durante a implementação de um Sistema de Gestão de qualidade, a empresa enfrentará uma série de desafios. Muitos colaboradores, por exemplo, podem adotar resistência aos novos processos. Nesse caso, é importante que líderes consigam atuar explicando a importância das novas políticas e como elas poderão impactar positivamente no trabalho de todos.

Nem sempre os indicadores adotados como referência serão cumpridos. Nesse caso, medidas devem ser tomadas rapidamente, garantindo que nada impacte negativamente cada operação. Em todo caso, a troca de informações e o uso dos canais de comunicação devem ser estimulados a todo momento. Isso não só evita desentendimentos, mas também a divulgação de dados incorretos que podem comprometer o sucesso da iniciativa.

Melhorando as estratégias internas

Em tempos de crise econômica, manter-se competitivo é um grande desafio para gestores de diversos setores. Empresas redobram a atenção à satisfação dos seus clientes, na busca pela melhoria contínua de seus processos internos e produtos de mercado. Todos trabalham de maneira proativa para ampliar a sua capacidade de gestão e a forma como lidam com as mudanças de mercado.

Nesse sentido, diversos conceitos podem ser trabalhados para manter a empresa competitiva. As abordagens afetam processos de controle, rastreamento de falhas e otimização administrativa. Entre as várias soluções, o Sistema de Gestão de qualidade destaca-se pela flexibilidade e a capacidade de modernizar os processos mais rapidamente.

O Sistema de Gestão de Qualidade pode causar um grande impacto em processos internos de uma empresa. A sua integração às operações empresariais pode melhorar a visão estratégica que gestores possuem do negócio. Reduzindo desperdícios, aumentando a produtividade dos funcionários e a sua motivação, a empresa melhora a sua organização interna e as suas receitas.

Você está preparado para adotar o SGQ na sua companhia? Conte para a gente nos comentários!

Teste grátis a ferramenta para gestão da qualidade Qualyteam

5 comentários sobre “Sistema de Gestão da Qualidade: pequenas empresas também devem ter?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.