Como é feita a gestão da qualidade em indústrias de energia e petróleo?

Atingir um alto nível de qualidade precisa ser o objetivo geral das empresas, buscando sempre garantir o fornecimento do melhor serviço ou produto ao consumidor final. E se isso já funciona para o mercado como um todo, a realidade não poderia ser diferente para as indústrias de energia e petróleo. Com a mudança no comportamento dos consumidores e uma consequente demanda por produtos cada vez melhores, a gestão da qualidade vem se tornando absolutamente fundamental para garantir que a empresa se conservará eficiente e competitiva, além de altamente segura. Mas você por acaso consegue imaginar como é feita essa gestão nas indústrias de energia e petróleo? Então acompanhe e aprenda:

A importância da gestão da qualidade

Por mais que a gestão da qualidade seja importante em todos os setores, seu valor é especialmente pronunciado no caso das indústrias de energia e petróleo, podendo ser a responsável pela percepção dada à empresa. Devido a isso, a gestão da qualidade em tais organizações acaba determinando diversos benefícios, muitos dos quais indispensáveis para que esses negócios sejam capazes de sobreviver. Conheça as principais vantagens de uma boa gestão da qualidade nesse setor:

Atendimento ao cliente

Uma gestão da qualidade contínua e feita corretamente garante que todos os produtos e serviços estarão em conformidade com o que foi especificado pelo cliente. E esse benefício é ainda mais importante para as empresas que fornecem tubos, oleodutos e vasos de pressão, por exemplo, garantindo que o cliente receberá exatamente aquilo que contratou para dar andamento a seu projeto.

Garantia da segurança

Além disso, a gestão da qualidade também garante a segurança de trabalhadores, clientes e até do usuário final, já que assegura que todo o processo produtivo, assim como o produto final, estarão dentro das normas de segurança. Quando a gestão da qualidade não é feita da maneira correta em indústrias de energia e petróleo, podem acontecer, por exemplo, acidentes ou vazamentos de produtos químicos, prejudicando o meio ambiente, causando prejuízos ao negócio e até manchando a reputação da empresa perante o mercado.

Diminuição dos gastos

Quando as indústrias de energia e petróleo implementam a gestão da qualidade, os resultados também aparecem em forma de diminuição de gastos, uma vez que o processo de produção é otimizado. Com menos erros e com produtos de maior qualidade, a produtividade aumenta e, portanto, os gastos diminuem.

Aumento da competitividade

Com os produtos ou modos de produção atendendo às especificações seguros e se tornando mais baratos, a competitividade da empresa inevitavelmente cresce junto. Isso garante que a organização tenha um melhor posicionamento no mercado e, assim, perceba melhores resultados.

As exigências e ferramentas para essa gestão

Para que a gestão da qualidade seja feita da maneira correta em indústrias de energia e petróleo, é preciso se atentar para a especificação técnica ABNT ISO/TS 29001, uma extensão da já consagrada ISO 9001. E é claro que seguir os requisitos técnicos é uma exigência imprescindível para quem deseja fazer a gestão da qualidade da forma correta. Para isso podem ser feitas auditorias internas ou mesmo externas para adequar processos, verificar possibilidades e corrigir eventuais falhas se a intenção é receber uma certificação. Além disso, vale ainda ressaltar que planejamentos de qualidade e implementação de sistemas de controle, como softwares específicos, são ótimas ferramentas para promover uma boa gestão.

Os riscos da ausência da gestão da qualidade

Se ainda assim você não está convencido dos riscos da ausência da gestão da qualidade, é preciso ter em mente que, em último caso, não fazer essa gestão coloca vidas em jogo, sobretudo de funcionários e colaboradores. Como as indústrias ligadas à energia e ao petróleo envolvem um risco maior, garantir a qualidade é simplesmente indispensável para manter a segurança. Sem contar que a falta dessa gestão também pode implicar em acidentes ambientais que provocam multas elevadas à empresa, além de gerar riscos à imagem da organização.

Viu como a gestão da qualidade em indústrias de energia e petróleo é, portanto, fundamental para tornar as empresas melhores, mais competitivas e também mais seguras? Ficou ainda alguma dúvida? Qual é sua experiência com a gestão da qualidade? Comente aqui e divida suas impressões conosco!

Teste grátis a ferramenta para gestão da qualidade Qualyteam

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.