O Ciclo PDCA

Melhorias gradativas e contínuas aos processos só tendem a agregar maior valor aos resultados do projeto e a assegurar maior satisfação dos clientes.

Uma organização que se propõe a implementar uma política de gestão voltada para a “qualidade” tem consciência de que a sua trajetória deve ser reavaliada.

O ciclo PDCA, ciclo de Shewhart ou ciclo de Deming, foi introduzido no Japão após a guerra, idealizado por Shewhart e divulgado por Deming, quem efetivamente o aplicou. O ciclo de Deming tem por princípio tornar mais claros e ágeis os processos envolvidos na execução da gestão, como por exemplo na gestão da qualidade, dividindo-a em quatro principais passos.
O PDCA é aplicado principalmente nas normas de sistemas de gestão e deve ser utilizado em qualquer empresa de forma a garantir o sucesso nos negócios, independentemente da área ou departamento (vendas, compras, engenharia, etc…).
O ciclo começa pelo planejamento, em seguida a ação ou conjunto de ações planejadas são executadas, checa-se se o que foi feito estava de acordo com o planejado, constantemente e repetidamente (ciclicamente), e toma-se uma ação para eliminar ou ao menos mitigar defeitos no produto ou na execução.
Os passos são os seguintes:

Plan (planejamento) : estabelecer missão, visão, objetivos (metas), procedimentos e processos (metodologias) necessários para o atingimentos dos resultados.
Do (execução) : realizar, executar as atividades.
Check (verificação) : monitorar e avaliar periodicamente os resultados, avaliar processos e resultados, confrontando-os com o planejado, objetivos, especificações e estado desejado, consolidando as informações, eventualmente confeccionando relatórios.
Act (ação) : Agir de acordo com o avaliado e de acordo com os relatórios, eventualmente determinar e confeccionar novos planos de ação, de forma a melhorar a qualidade, eficiência e eficácia, aprimorando a execução e corrigindo eventuais falhas.

Veja a tabela de etapas do PDCA:


Há dois tipos de metas no clico PDCA:

  • Metas para manter

O PDCA utilizado para atingir metas padrão, ou para manter os resultados num certo nível desejado, pode então ser chamado de SDCA (S de standard).

  • Metas para melhorar

De modo a atingir novas metas ou novos resultados, a “maneira de trabalhar” deve ser modificada, ou seja, melhorada.

Melhoria contínua

A melhoria contínua ocorre quanto mais “rodado” for o Ciclo PDCA.
Observe na figura abaixo, como a melhoria ocorre em função do tempo no processo anterior e após a aplicação do PDCA.

A melhoria contínua otimiza a execução dos processos, possibilita a redução de custos e o aumento da produtividade.
A aplicação do Ciclo PDCA a todas as fases do projeto leva ao aperfeiçoamento e ajustamento do caminho que o empreendimento deve seguir, mesmo os processos considerados satisfatórios são passíveis de melhorias. A introdução de melhorias gradativas e contínuas aos processos só tendem a agregar maior valor aos resultados do projeto e a assegurar maior satisfação dos clientes.
Uma ótima semana!
_____________
Fonte: CEP – Controle Estatístico de Processo

Teste grátis a ferramenta para gestão da qualidade Qualyteam

3 comentários sobre “O Ciclo PDCA

  1. Eu gosto de traduzir o A (de Action) por Consolidar, porque após o Check você precisa Consolidar / Garantir o que deu certo (rever processos, rever desenhos, especificações e tudo mais) e ter ciência do que deu errado e precisa ser prevenido para não mais ocorrer.
    Também nessa etapa se relata e reorganiza o Conhecimento sobre o que deu certo e o que deu errado, itens que foram verificados na Verificação (ou Check).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.