Comunicação nas Empresas: Sua empresa está doente?

Diagnóstico: Problemas na Comunicação Interna

A maioria das consultorias em negócio usa o termo “diagnóstico” para análise minuciosa dos processos da organização. E quando a dificuldade na comunicação interna da empresa é um dos principais problemas diagnosticados?
O Blog da Qualyteam desta semana inicia com o primeiro post de uma série especialmente voltada para a Comunicação nas empresas. Na sequência, vamos trazer dicas e cases que podem contribuir para a eficácia da comunicação organizacional.
Uma pesquisa da Right Management Consultants Inc.(1), com 3,5 mil funcionários, mostrou que as empresas correm sério risco de perder até um terço de seus mais valiosos funcionários porque não entendem o que motiva os colaboradores a permanecerem na companhia:

  • 54% dos funcionários citaram a comunicação honesta e aberta como um dos três mais importantes aspectos da liderança de uma empresa;
  • 48% dos entrevistados disseram que não havia comunicação honesta e aberta entre a liderança e os funcionários;
  • 22% de todos os pesquisados pensam em se demitir;
  • 57% disseram que não se sentiam participantes das mudanças dentro da companhia.

“As ações da empresa devem ter sentido para as pessoas – sendo necessário que encontrem no processo de comunicação as justificativas para o seu posicionamento e comprometimento”

Os dados refletem a importância da comunicação no contexto empresarial como promotora da satisfação que impulsiona para os resultados, portanto, comunicar é mais que informar, é atrair, é envolver.
Comunicação Interna são as interações, os processos de trocas, os relacionamentos dentro de uma empresa ou instituição. Também chamada de Endocomunicação, é responsável por fazer circular as informações, o conhecimento, de forma vertical, ou seja, da direção para os níveis subordinados; e horizontal, entre os empregados de mesmo nível de subordinação.
É por meio da comunicação que uma organização recebe, oferece, canaliza informação, constrói conhecimento e toma decisões mais assertivas. “As ações da empresa devem ter sentido para as pessoas – sendo necessário que encontrem no processo de comunicação as justificativas para o seu posicionamento e comprometimento”, fala a doutora em Ciências da Comunicação, Marlene Marchiori.
Da mesma forma que na medicina, dado o diagnóstico, o próximo passo é a busca pelo tratamento.
No caso da Comunicação Interna, o “tratamento” inicia em produzir um plano de comunicação, ou até mesmo um setor estruturado que trabalhe de forma planejada, com objetivos bem definidos e com base no envolvimento, motivação e comprometimento é possível construir estratégias de compatibilização dos interesses dos empregados e da empresa:

  • Envolvimento: comunicação para todos os funcionários sobre a empresa, a concorrência e o mercado em que atua, preparando-os para repassar respostas corretas para o público externo;
  • Motivação: participação de todos nas campanhas internas e no atingimento de metas das equipes; e
  • Comprometimento: valorização do relacionamento interpessoal através da comunicação face a face (os líderes são o elo entre a empresa e os empregados).

“Você tem que ter todo mundo muito alinhado com os objetivos da empresa e com as estratégias da empresa para que não ocorra uma dissonância de estratégias e, você não acabe desperdiçando talento,  tempo e dinheiro, no momento em que nada disso é possível.” (Sônia Penteado – Diretora de MKTG TviRP)
A comunicação interna tem forte relação com as políticas de recursos humanos, suas ações devem promover a visão empreendedora entre os colaboradores e o valor do bom relacionamento com os clientes. Além disso, eficiência da comunicação permite a satisfação dos funcionários, pois mantém um bom clima no trabalho e garante um ambiente favorável à criatividade e à inovação, uma melhoria que reflete na imagem da empresa.
____________________________________
Referências:
(1)MIGLIACCIO, Inês. Empresas têm dificuldade em reter funcionários. O Estado de São Paulo. Classificados-Empregos/ Carreiras. 3-4, -2 Jun. 2002.
Veja também:
http://goo.gl/XCQhT
http://goo.gl/ibuBa
http://goo.gl/DFGxA
http://goo.gl/T2C9a

Teste grátis a ferramenta para gestão da qualidade Qualyteam

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.